O prato do dia no The Guardian? Amêijoas à Bulhão Pato

A venerada iguaria teve honras de destaque no jornal britânico graças a Kevin Gould, que além de escrever sobre comida para o Guardian abriu o Chá Chá Chá em Olhão.

Foto
VASCO CELIO / STILLS

Com o gosto que os britânicos têm pelas férias de sol & mar em Portugal, não faltarão no reino fãs de uma das mais aclamadas iguarias portuguesas, as Amêijoas à Bulhão Pato. Este fim-de-semana, na secção de viagens do The Guardian, as divinas amêijoas tiveram direito a elogio apaixonado, receita incluída. 

O destaque integra uma secção das Viagens do jornal dedicada a pratos do mundo e é assinado por Kevin Gould, um colaborador de há muito do Guardian Travel. “Chef, merceeiro, bom garfo e dono de restaurante”, costuma escrever sobre gastronomia e também sobre Portugal. “Como me apaixonei pelas amêijoas salgadas e com alho de Portugal – mais a receita” é o apetitoso título

A razão é simples: Kevin Gould não só confessa a sua paixão pelo país (e pelas amêijoas...) como a levou ao extremo – mudou-se para o Algarve e abriu em Olhão o restaurante Chá Chá Chá, vizinho do “venerado mercado de peixe”, como escreve.

Aliás, é “sentado num café de costas para a agitação e bruaá​” do mercado que escreve o seu elogio, com a bela Ria Formosa no olhar e por onde andam apanhadores de amêijoas em acção.

E, claro, Gould está a comer as amêijoas à Bulhão Pato enquanto as descreve aos leitores e até explica que têm o nome de um poeta português, António Raimundo de Bulhão Pato, e, ainda melhor explica, ao contrário do que muitos pensam, que o baptismo não se deverá a ter sido ele a inventá-las - num artigo da Fugas, Alexandra Prado Coelho referia este detalhe. É que Bulhão Pato até ficou mais célebre por criar receitas do que pela sua escrita, mas a das amêijoas não terá sido de sua lavra, antes uma homenagem, como investigou o mestre José Quitério.

Já Gould confessa que se apaixonou pelo petisco num “límpido Junho há 15 anos”, ao mesmo tempo que se apaixonou por Olhão. E assim decidiu que um dia abriria uma taberna que as servisse, ali mesmo. Aí está na Travessa do Gaibéu o Chá Chá Chá para o provar, desde Abril de 2018. Na ementa, as amêijoas à Bulhão Pato estão sempre garantidas. Quem quiser prová-las, é passar por lá (aberto normalmente a partir de quarta-feira, descontando as restrições horárias da pandemia). O artigo no Guardian Travel pode ser lido aqui.

E a receita? Também temos uma, nada mais simples, nada mais saboroso para os fãs: lavam-se as amêijoas muito bem, com água e sal, para tirar a areia; leva-se ao lume o azeite com alhos picados, aos quais se juntam as amêijoas e os coentros picados; tempera-se com sal e pimenta; vai-se rodando a frigideira sobre o lume até todas as amêijoas estarem abertas, e no fim regam-se com sumo de limão.