From Maria: curta portuguesa entre os finalistas do Mobile Film Festival

A curta-metragem realizada por Ana Moreira aborda os problemas da desigualdade de género em quatro gerações e é a única curta portuguesa que compõe a selecção oficial do festival.

A curta-metragem From Maria, realizada por Ana Moreira e produzida pela Golpe Filmes, está entre os 60 finalistas do Mobile Film Festival, um festival de curtas de um minuto gravadas com o telemóvel, cuja edição de 2020 foi subordinada ao tema “Empoderamento das Mulheres”.

O filme conta a história fictícia de quatro gerações de mulheres da mesma família e da sua luta contra a desigualdade. “Era importante para mim tentar abranger de forma directa todos os problemas afectos ao género feminino”, diz ao P3 Ana Moreira. “Esta nomeação é importante pela temática, mas também porque é o único filme português seleccionado para o festival.”

“São quatro mulheres, quatro gerações diferentes”, explica a realizadora. A ideia é tentar explorar as temáticas que cada uma tem dentro da sua geração: Emília foi forçada a casar, Clara recebeu um salário inferior por ser mulher, Raquel foi despedida enquanto estava grávida. Maria é a mais nova e a sua folha está em branco — por enquanto. “É uma história que acontece à minha volta sendo uma mulher e tendo mulheres na minha vida”, conclui.

O filme foi escolhido para fazer parte da selecção oficial do festival, criado em 2005 com o lema “um telemóvel, um minuto, um filme”. Este ano foram submetidos 1130 filmes que abordam temas como o corpo da mulher, a violência de género e a igualdade. O Grande Prémio Internacional garante uma bolsa de 20.000 euros para produção cinematográfica, enquanto os prémios de Melhor Realização e Melhor Roteiro oferecem bolsas no valor de 3000 euros. Os restantes prémios incluem Melhor Actriz, Melhor Actor e Prémio do Público, sem apoio monetário.

Os vencedores são anunciados a 7 de Dezembro.

Texto editado por Ana Maria Henriques

Sugerir correcção