Biden escolhe Antony Blinken para secretário de Estado e confirma reaproximação aos aliados

Ao escolher um centrista com experiência na área da diplomacia, o Presidente eleito dos EUA indica aos aliados que vai desfazer as políticas da Administração Trump e trazer de volta o protagonismo dos acordos internacionais. E diminui o risco de uma oposição num Senado de maioria republicana.

Foto
Blinken (ao centro) foi vice-secretário de Estado dos EUA durante o segundo mandato de Barack Obama J. J. GUILLEN/EPA

Antony Blinken, um advogado de formação com mais de 25 anos de experiência na área das relações internacionais, é o nome escolhido pelo Presidente eleito dos EUA, Joe Biden, para chefiar a política externa do país no cargo de secretário de Estado. Ao nomear Blinken, de 58 anos, Biden confirma que vai retomar o hábito de preencher os lugares mais importantes da Administração norte-americana com figuras experientes e, idealmente, sem muitos anticorpos no partido da oposição.