Sassuolo ameaça liderança na Série A

Equipa de Roberto de Zerbi vence em Verona e fica em primeiro à condição. Roma goleia Parma e também se aproxima do topo.

Berardi marcou o segundo golo do Sassuolo
Foto
Berardi marcou o segundo golo do Sassuolo Reuters/JENNIFER LORENZINI

Há um congestionamento no topo da Série A italiana. Todos estão muito próximos uns dos outros e isso não vai mudar nesta oitava jornada, em que o Sassuolo, a grande sensação do campeonato, manteve o seu registo invicto com um triunfo em casa do Hellas Verona por 0-2, e em que a Roma de Paulo Fonseca obteve uma vitória robusta por 3-0 em casa sobre o Parma.

Ainda com o jogo grande da ronda por disputar, um Nápoles-AC Milan às 19h45 que pode influenciar a hierarquia, a equipa de Roberto de Zerbi assumiu o comando, com 18 pontos (e ainda sem qualquer derrota), enquanto os romanos vêm logo atrás, com 17, os mesmos do AC Milan, que pode disparar para a frente se ganhar mais longo no San Paolo.

Em Verona, o Sassuolo teve mais uma vitória segura, graças a golos de Boga (42’) e Berardi (76’), mas também teve alguma sorte, já que a equipa da casa (que teve Miguel Veloso em campo a partir dos 67’) acertou quatro vezes nos ferros da baliza de Consigli.

No Olímpico de Roma, a equipa de Paulo Fonseca deu seguimento à excelente fase que está a atravessar, garantindo o seu terceiro triunfo consecutivo na Série A com golos de Broja Mayoral (20’) e Mkhitaryan (32’ e 40’) frente a um Parma que teve Bruno Alves no eixo da defesa ao lado de outro ex-FC Porto, Yordan Osório.

Um pouco mais atrás vem o Inter de Milão, que teve de trabalhar no duro para derrotar o Torino por 4-2. Foram os visitantes que se colocaram na frente com golos de Zaza (42’) e Ansaldi (62’), mas os “nerazzurri” conseguiram dar a volta em menos de meia-hora, graças a Alexis Sánchez (64’), Lukaku (67’ e 84’) e Lautaro Martínez (90’). O triunfo deixou o Inter no quinto posto, com 15 pontos.

Sugerir correcção