Ferreyra e dois juniores convocados para jogo do Benfica em Paredes

Jorge Jesus vai poupar os internacionais e chamou nove jogadores da equipa B.

Foto
LUSA/MANUEL DE ALMEIDA

Os jogadores internacionais do Benfica vão descansar neste fim-de-semana. Jorge Jesus, treinador dos “encarnados”, explicou nesta sexta-feira que vai promover a estreia de alguns jogadores e, na lista de convocados para o embate com o Paredes, a contar para a 3.ª eliminatória da Taça de Portugal, Ferreyra é um dos nomes que saltam à vista.

“Tivemos muitos jogadores fora, tenho-me habituado a isso ao longo destes quatro meses. Estiveram 11 dias ausentes, são jogadores que chegaram a conta-gotas, uns mais fatigados do que outros. Vieram todos carregados e são jogadores que vou tirar deste jogo”, explicou Jesus em conferência de imprensa, referindo-se aos atletas que representaram as selecções na última semana e meia.

A ausência de um lote significativo de futebolistas acabou por impedir, de resto, que o técnico apurasse mais automatismos na equipa. “Não conseguimos corrigir grandes coisas porque os jogadores foram embora. O sector que mais tínhamos de ‘bater’ era o defensivo e não o pudemos fazer porque não estavam cá dois centrais. Passámos à frente na ordem de trabalhos e não nos debruçámos sobre isso. Vamos fazê-lo até à véspera do jogo com o Rangers.”

Até lá, porém, há um jogo da Taça de Portugal para enfrentar. Em casa de um adversário modesto, 3.º classificado da Série C do Campeonato de Portugal com os mesmos pontos do segundo, mas que o Benfica, garante o treinador, não irá menosprezar. Independentemente de fazer escolhas mais ousadas para a partida.

“Muitas vezes o problema que se coloca nas grandes equipas é a oportunidade que os jogadores mais jovens possam ter. Hoje não é fácil gerir uma carreira de um jovem no Benfica, no Sporting ou FC Porto. O primeiro pensamento dos jovens é querer jogar na primeira equipa e o segundo emigrar. Tirando algumas excepções, estes jovens que estão na formação dos grandes clubes não estão muito interessados em esperar pelo seu momento. Mas não vai só Gonçalo Ramos para este jogo, vão nove jogadores da equipa B e dois com idade de júnior: o Gerson e o Paulo Bernardo.

Para além dos “produtos” da formação, o destaque na convocatória vai para Facundo Ferreyra. O avançado argentino não encontrou colocação na última janela de mercado de transferências e acabou por permanecer na Luz, tendo agora uma primeira oportunidade competir às ordens de Jorge Jesus. O último jogo oficial de Ferreyra pelo Benfica, de resto, remonta a 29 de Janeiro de 2019, diante do Boavista.

“A equipa do Paredes tem alguns jogadores mais conhecidos da II Liga, dois ou três que conheço, todos os outros são jogadores que têm passado por divisões inferiores, mas isso não quer dizer nada. Quando começamos as nossas carreiras começamos muitas vezes pelos escalões mais baixos. É um jogo que é tudo para a equipa do Paredes. Na véspera já estão a sonhar com o Benfica, é normal, isso faz parte da paixão do futebol”.