Covid-19: na reunião informal do Conselho Europeu, serão 25 contra dois, mas o resultado vai ficar a zero

Chefes de Estado e governo da UE vão ouvir os argumentos da Hungria e da Polónia para o bloqueio do pacote financeiro de resposta à crise. Mas já é certo que a solução para o impasse não vai surgir esta noite.

Foto
O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, está cada vez mais isolado na UE JOHN THYS/EPA

Sem tempo para negociar um novo quadro financeiro plurianual ou organizar um plano alternativo ao fundo de recuperação Próxima Geração UE os chefes de Estado e governo da União Europeia vão dar uma oportunidade aos primeiros-ministros da Hungria e Polónia de explicarem as razões que os levaram a bloquear a aprovação do histórico pacote de resposta à crise do novo coronavírus, no valor de 1,8 biliões de euros.