#QuantoÉQueDás? nas redes sociais – é o desafio lançado pela Operação Nariz Vermelho

Campanha de Natal da Operação Nariz Vermelho incentiva todas as pessoas a criar desafios que provoquem “o riso, a brincadeira e o humor” com o objectivo de angariar fundos para a associação. A acção decorre até ao final do ano.

criancas,natal,instagram,facebook,hospitais,solidariedade,
Foto
DR

A Operação Nariz Vermelho lançou uma campanha solidária de Natal sob o mote #QuantoÉQueDás? para recolher fundos, através de uma corrente de desafios viral nas redes sociais “com uma temática leve, divertida e que faça brincar”, que é o que a associação “faz com as crianças hospitalizadas”, explica Carlota Mascarenhas, directora de comunicação e de angariação de fundos da Operação Nariz Vermelho, ao PÚBLICO.  “O objectivo é o de nos fazer viajar um bocadinho à infância, onde havia aqueles típicos desafios de criança, em que um amigo diz ‘quanto é que dás se eu fizer uma cambalhota?’”, exemplifica.

Qualquer pessoa pode participar, criando ou replicando um desafio. Para isso, só tem de partilhar um vídeo no Facebook, Instagram ou TikTok a lançar um desafio – um teaser   de #QuantoÉQueDás? aos amigos e convencê-los de que, para a sua realização, têm de fazer um donativo à associação. Após as doações, quem lançou o desafio “desvenda um vídeo a executar aquilo a que se propôs”.

É no site da campanha que estão disponíveis os meios de pagamento para a doação e pode ainda acompanhar, de hora a hora, a evolução do valor doado através de um contador. O montante angariado é para que a IPSS, no próximo ano, possa continuar a sua missão nos 17 hospitais que os seus Doutores Palhaços visitam pelo país. 

Os desafios têm de provocar “o riso, a brincadeira e o humor” e, de forma a chegar a um maior número de pessoas, é importante “desafiar os amigos, seguidores, doadores e algumas figuras públicas a criarem o seu próprio desafio”. Além da participação dos Doutores Palhaços da associação, sabe-se que, para já, vão fazer parte da campanha três caras conhecidas do público: Filipa Gomes (cozinheira), Inês Castel-Branco (actriz) e Salvador Martinha (humorista).

Devido à pandemia, a Operação Nariz Vermelho não conseguiu realizar o Dia do Nariz Vermelho, a maior campanha de angariação de fundos da associação, que acontece a 1 de Junho, no Dia Mundial da Criança. “Ficámos com um verdadeiro buraco na nossa angariação de fundos”, garante Carlota Mascarenhas, acrescentando que foi por isso que a associação criou a campanha #QuantoÉQueDás? nesta fase do ano.

A iniciativa, com assinatura da agência NOSSA, vai decorrer até ao último dia do ano. “Estamos muito confiantes de que as pessoas vão gostar, que vai correr bem”, conclui.

Texto editado por Bárbara Wong

Sugerir correcção