Bloqueio na UE ameaça atrasar estímulo orçamental quando este é mais preciso

Governo está à espera que o Plano de Recuperação e Resiliência acrescente 0,4 pontos à taxa de crescimento do PIB do próximo ano

Foto
Rui Gaudencio

Um prolongamento do bloqueio ao fundo de recuperação europeu agora imposto pela Hungria e a Polónia para lá da primeira metade de 2021 seria o suficiente, caso se concretizasse, para ameaçar as metas do Governo para o investimento público, retirando força à recuperação económica esperada em Portugal durante o próximo ano.