Crimes de ódio nos EUA atingem número recorde em mais de uma década

Relatório do FBI regista aumentos significativos nos crimes contra judeus e latinos. Ao todo, foram registados 7314 ataques e 51 homicídios, mas a esmagadora maioria das polícias do país não partilhou informação com a polícia federal.

Foto
Um atirador matou 22 pessoas em El Paso, no estado do Texas Reuters/JOSE LUIS GONZALEZ

O número de crimes de ódio cometidos nos Estados Unidos da América em 2019 atingiu o valor mais elevado dos últimos 12 anos, com a maioria das vítimas a ser alvo de ataques por causa da cor da pele, da religião ou da orientação sexual.