Porque lhe convém

Mandy Rice-Davies morreu em 2014 mas o MRDA continua vivo. Hoje são os próprios advogados que anotam “MRDA” quando uma declaração é óbvia demais para ser eficaz.

Penso muito em Mandy Rice-Davies. Sugiro que faça ao mesmo. Sempre que ouvir alguém dizer o que lhe convém – seja na mercearia, na política ou no amor –, lembre-se da maneira como Rice-Davis respondeu ao advogado pomposo que quis desmenti-la durante o julgamento do escândalo sexual que ficou conhecido como o Profumo Affair.

Sugerir correcção