Revolução nos pagamentos (continua) refém das comissões bancárias

Banco de Portugal vai avaliar possibilidade de tornar obrigatória a aceitação de pagamentos com cartão em todos os estabelecimentos, incluindo os de pequena dimensão.

Foto
Estabelecimentos poderão ser obrigadas a permitir pagamentos com cartão Miguel Manso

Pagar um café ou as compras na mercearia de rua com cartão, fazê-lo através da tecnologia contactless (sem inserir o PIN), e fazer transferências imediatas sem ser penalizado nos custos são algumas ambições contidas na Estratégia Nacional para os Pagamentos de Retalho, para o horizonte 2022, divulgada esta semana pelo Banco de Portugal (BdP). Mas a sua concretização vai continuar a ser dificultada pelo peso dos custos de vários serviços cobrados por bancos e outras entidades de pagamentos, matéria que não é directamente abordada no documento.