Johnson prescinde dos serviços de Cummings, o seu principal (e mais polémico) assessor político

Guerra de facções na equipa do primeiro-ministro britânico culminou na dispensa de Dominic Cummings, figura-chave da campanha pela saída do Reino Unido da UE e da última vitória eleitoral do Partido Conservador.

Foto
Dominic Cummings abandona o número 10 de Downing Street e sai pela porta da frente Reuters/HENRY NICHOLLS

O principal assessor de Boris Johnson, Dominic Cummings, abandonou esta sexta-feira a equipa do primeiro-ministro do Reino Unido. No final de uma semana de conflitos internos no número 10 de Downing Street e quando já se projectava a sua saída no final do ano, a BBC e a Sky News avançaram que o controverso conselheiro cessava imediatamente as suas funções, juntamente com o director de comunicações de Johnson, Lee Cain.