Com mais de 200 anos, o pianoforte Clementi continua a encantar no Palácio de Queluz

É "a estrela" do ciclo de concertos das Noites de Queluz, que recordam, pelo sexto ano consecutivo, a música que se ouvia no Palácio há mais de duzentos anos. O pianoforte Clementi, criado por Muzio Clementi em Londres no século XIX, ingressou nas colecções de Queluz em 1941.

Depois de ser restaurado em Amesterdão entre 1999 e 2001, passou 12 anos em silêncio, sem manutenção ou afinação, até que o holandês Geert Karman, construtor de instrumentos e afinador de pianos, foi chamado para o colocar a tocar novamente. Com o trabalho que Geert tem vindo a realizar ao longo dos anos, este pianoforte está em muito bom estado e é um dos poucos, no mundo, que funciona nas melhores condições.

Sugerir correcção