Vídeos

O calçado português a resistir à pandemia: menos sapatos elegantes, mais sapatos confortáveis

Com os casamentos adiados, os eventos sociais e familiares cancelados e as reuniões de trabalho substituídas por videochamadas, a tendência clara em todo o mundo foi a quebra na compra de sapatos, o que atingiu fortemente a indústria de calçado portuguesa, que se especializou em sapatos de couro de alta qualidade — normalmente reservados para grandes ocasiões e ambientes formais de trabalho —, a que corresponde uma grande fatia da exportação.

Leia a reportagem completa

Sugerir correcção