Prémio Paulo Cunha e Silva atribuído aos seis finalistas

Face à situação de pandemia e à impossibilidade de avaliar a exposição, o júri decidiu distribuir os 25 mil euros do prémio a todos os artistas nomeados.

camara-porto,arte-contemporanea,exposicao,artes,culturaipsilon,porto,
Fotogaleria
Steffani Jemison DR
camara-porto,arte-contemporanea,exposicao,artes,culturaipsilon,porto,
Fotogaleria
Lebohang Kganye DR
camara-porto,arte-contemporanea,exposicao,artes,culturaipsilon,porto,
Fotogaleria
Shaikha Al Mazrou DR
camara-porto,arte-contemporanea,exposicao,artes,culturaipsilon,porto,
Fotogaleria
Song Ta DR
,Arte
Fotogaleria
Basir Mahmood DR
Arte
Fotogaleria
Firenze Lai DR

O Prémio de Arte Paulo Cunha e Silva foi este ano atribuído aos seis finalistas que, em Agosto do ano passado, tinham sido escolhidos pelos vários curadores da iniciativa. São eles Song Ta, da China; Firenze Lai, de Hong Kong; Basir Mahmood, do Paquistão; Shaikha Al Mazrou, dos Emiratos Árabes Unidos; Steffani Jemison, dos Estados Unidos; e Lebohang Kganye, da África do Sul.

Sugerir correcção