Arguido de Tancos vai ter acesso a disco rígido sobre a operação ilegal

Juiz ordenou à PJ a devolução do disco que terá informação sobre a operação e troca de correspondência. Defesa do militar acusado de envolvimento na operação de descoberta ilegal do armamento de Tancos invocou “relevância da informação contida”.

Foto
LUSA/ANTÓNIO COTRIM

Desde que, em Setembro de 2018, os responsáveis da Polícia Judiciária Militar (PJM) foram detidos no âmbito da investigação à recuperação do material de guerra roubado em Tancos, um deles, o major Vasco Brazão, solicitou o acesso ao disco rígido do seu computador de serviço.