Projectos vencedores do concurso Netflix/ICA movem-se lentamente

ICA atribuiu prémios em dinheiro (cujos valores vão dos seis mil aos 25 mil euros) dois meses depois da divulgação dos resultados finais. Autores estão a desenvolver os argumentos com calma e explicam que pandemia pode interferir com o processo de criação.

Foto
Lucy Nicholson/Reuters

Os vencedores do concurso para argumentistas que o Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA) promoveu em parceria com a Netflix receberam os seus prémios em dinheiro — cujos valores variam entre os seis mil e os 25 mil euros — no início da segunda quinzena de Outubro, pouco mais de dois meses depois da divulgação dos resultados finais da iniciativa. Neste momento, contam alguns dos autores ao PÚBLICO, estão a ser desenvolvidas as histórias das diferentes séries inéditas (o regulamento deste concurso apostado em “impulsionar a produção audiovisual portuguesa” pedia o guião do primeiro episódio e sinopses dos restantes), que poderão ou não vir a ser integradas no catálogo da Netflix, sendo que a plataforma de streaming não está obrigada a produzir qualquer dos dez projectos.