Os problemas que elegeram Trump não acabam por magia

Para lá das bizarrias de Trump e das suas atitudes perigosas, a realidade económica que o elegeu em 2016 não muda amanhã se Biden for presidente. Vêm aí tempos difíceis para a maior democracia do mundo.

Escrevo estas linhas na quinta-feira, sem saber quem será o próximo presidente dos EUA. Segundo o New York Times, a combinação de resultados nos estados cujo vencedor ainda desconhecemos oferecem a Joe Biden 27 possibilidades de vitória e apenas quatro a Donald Trump. Por exemplo, se Biden ganhar a Pensilvânia, ganha a eleição, ao passo que se Trump ganhar neste estado precisa ainda de pelo menos mais três estados; juntando Georgia, Carolina do Norte e Arizona já ganhava. O cenário mais provável neste momento é, portanto, que algures durante o dia de hoje, ou já na madrugada de sábado, Joe Biden venha a ter a maioria dos Grandes Eleitores.