A pandemia levou a actriz Eva Barros a contar histórias que não são só para crianças

“Muito me Contas” é o nome do projecto criado pela actriz, que conta histórias todas as semanas. É o universo Disney que a inspira.

Foto
DR

Fazer dobragens de animação sempre foi um sonho e a pandemia veio, como em tantas profissões, obrigar a suspender alguns dos seus projectos. Por isso, a actriz Eva Barros decidiu criar vídeos e fazer podcasts para dar a conhecer a sua voz e também aquilo que pensa. O projecto chama-se “Muito me Contas” e procura chegar não só às famílias, mas também aos jovens adultos. 

A artista começou por fazer vídeos a contar histórias no YouTube e só depois é que criou o podcast. “Mamã, por que ficamos em casa?” foi o primeiro vídeo realizado e também o mais visto, contando com 2,3 mil visualizações. “Esse vídeo surgiu na altura do confinamento, porque a minha filha de três anos perguntava-me muitas vezes o porquê de não poder ir para a escola”, recorda. Eva Barros assume-se “apaixonada pelo mundo do imaginário e principalmente da Disney”, por isso dobrou um sketch para o YouTube, criado de raiz pela própria, chamado Quarentena Royal Clube – Tens os requisitos de uma princesa?”, onde 11 princesas da Disney falam sobre os cuidados básicos para a prevenção da covid-19.

Com o objectivo de expandir o projecto, criou um podcast, onde interpreta, na maior parte das vezes, clássicos da Disney. “A Walt Disney romantizou as histórias. O que muitas pessoas não sabem é que antigamente os contos que nós conhecemos eram macabros e eu conto várias versões. Na história da Pequena Sereia, o seu sonho não era ficar com o príncipe, mas ter pernas”, exemplifica. Antes de dar voz à história e às personagens, Eva garante que faz muita pesquisa. “Eu crio algumas versões, outras não. Escolho a que mais gosto e a que permite expor mais a minha flexibilidade ao nível de vozes, porque o meu objectivo é dar a conhecer a minha voz.”

A actriz sempre gostou de contar histórias, mas o sonho aumentou quando participou num workshop de histórias há quase uma década. “Tenho uma forma de contar histórias como se as estivesse a viver. Não consigo dissociar muito a Eva actriz da Eva contadora de histórias”, assume.

O “Muito me Contas”, disponível no canal de YouTube, Spotify e Google Podcasts, tem uma vertente para a família, onde se incluem também os jovens adultos. “O projecto está a correr bem, mas o meu mercado não é a mesma coisa de um podcast de talk-show. É uma coisa muito específica e as pessoas têm muito a ideia de que as histórias são só para crianças, mas não. Eu penso que grande parte do meu público sejam os jovens adultos”, aponta.

E esse é um público que lhe interessa particularmente. É também a ele que quer chegar através de um novo projecto, que também fará parte do “Muito me Contas”, onde vai ter convidados, na maior parte deles conhecidos, a partilhar semanalmente histórias caricatas e divertidas que lhes tenha acontecido, porque o objectivo “é levar às pessoas momentos de partilha e de bem-estar”. A previsão para o lançamento deste projecto está marcada para o início de 2021.

Neste momento, Eva está a realizar um projecto com a actriz, cantora e compositora Rita Redshoes. “A Rita tem um livro infantil chamado Rita e a floresta dos legumes. Ela canta e eu conto a história. Criámos uma dinâmica incrível”, informa, acrescentando que também ela já escreveu um livro, Patrulha Azul, sobre o qual, mais dia, menos dia, vai querer “contar a história a todos” no “Muito me Contas”.

Eva Barros licenciou-se na Escola Superior de Teatro e Cinema. Lançou-se como actriz nos Morangos com Açúcar, participou na série Lua Vermelha e, mais recentemente, na novela Nazaré. A representação continua a ser a principal ocupação e terminou agora as gravações para a série de época Vento Norte, da RTP, com estreia marcada para o próximo ano.

Texto editado por Bárbara Wong