Banco de Fomento nasce hoje sem financiamento assegurado

Beatriz Freitas, presidente da Sociedade de Garantia Mútua, assume para já a presidência, enquanto se espera pela eleição dos órgãos sociais.

Foto
O banco de fomento nasce sob a tutela do ministério da Economia mas o ministério das Finanças também terá uma palavra a dizer LUSA/JOSÉ SENA GOULÃO

O Banco Português de Fomento (BPF) nasce oficialmente esta terça-feira. O decreto-lei 63/2020, publicado a 7 de Setembro, e que deu corpo à decisão do Governo, que criou e definiu as regras do BPF a 13 de Agosto, entra em vigor 40 dias úteis após a publicação em Diário da República. Esse prazo vence esta terça-feira. Desaparecem assim a PME Investimentos, a Sociedade Portuguesa de Garantia Mútua (SPGM)e a Instituição Financeira de Desenvolvimento, para darem lugar a um banco que ainda não tem presidente nem financiamento assegurado.