Inquérito revela que opinião de celebridades influencia voto de 12% dos eleitores norte-americanos

Tom Hanks, Dwayne “The Rock” Johnson, Oprah Winfrey e LeBron James são as celebridades em que os americanos dizem mais confiar.

kanye-west,beyonce,lebron-james,eua,eleicoes,america,
Foto
Os participantes mostram-se mais interessados nas eleições deste ano face às de 2016 Reuters/BRENDAN MCDERMID

Numa altura em que cada vez mais celebridades se envolvem no apelo ao voto nas eleições presidenciais norte-americanas deste ano, um inquérito revela que 12% dos eleitores admitem ser influenciados na hora de escolher entre Donald Trump e Joe Biden.

O estudo, segundo a Hollywood Reporter, foi conduzido pela Whitman Inside Strategies e  MRC Data, em parceria com a DISQO e inquiriu 1103 norte-americanos que afirmaram a sua intenção de votar nas eleições de 3 de Novembro. A MRC Data é uma divisão da MRC, detentora de parte da Hollywood Reporter.

Com o objectivo de medir a relação entre o entretenimento, a influência e a política, os resultados mostram que Tom Hanks, Dwayne “The Rock” Johnson, Oprah Winfrey e LeBron James são as celebridades que têm as opiniões em que mais confiam os norte-americanos no que toca a questões políticas e sociais. A estrela da NBA, na mente dos participantes, foi quem mais fez por chamar a atenção para a importância de votar.

Quanto aos temas sobre os quais gostavam que as celebridades se pronunciassem, os inquiridos nomearam a pandemia de covid-19, discriminação racial, sistema de saúde, alterações climáticas, direitos das mulheres, desigualdades salariais e igualdade de género.

No final, 12% dos eleitores consideraram que uma figura do entretenimento ou do desporto influenciou a sua posição relativamente ao candidato em que vão votar. Filtrando por partidos, essa tendência vê-se mais em quem se alinha com o partido democrata de Joe Biden, sendo que 17% admite essa influência, um valor que desce para 9% no caso dos republicanos que apoiam Donald Trump.

No panorama geral, 36% dos participantes disseram que o basquetebolista LeBron James foi a figura que mais fez por levar as pessoas às cabines de voto. Atrás na tabela vem Taylor Swift, com 13%; depois Dwayne “The Rock” Johnson com 9%; e Oprah Winfrey com 6%. Entre os membros da geração Z, alguns dos quais esta será a primeira eleição em que podem votar, James e Swift continuam no topo da lista de quem mais os motivou a votar, mas também o candidato à corrida presidencial Kanye West entrou nas contas de 11% destes eleitores.

Questionados sobre em quem é que mais confiam no que toca a questões políticas e sociais nos Estados Unidos, quase metade dos americanos escolheram Tom Hanks. As opiniões do actor têm peso quer para os eleitores democratas, quer republicanos, aparecendo no top 3 das figuras mais influentes nos eleitores dos dois partidos, mas não está no topo de nenhuma das duas listas. A personalidade mais escolhida pelos democratas é Oprah Winfrey, enquanto pelos republicanos é o cantor Kid Rock.

Ao ver pela faixa etária, a geração Z confia mais na opiniões de Zendaya, a actriz galardoada com um Emmy este ano. Segue-se Beyoncé e The Rock a fechar esse pódio.

Celebridades à parte, 54% dos participantes disse que o seu voto iria para Joe Biden, enquanto 42% deve votar em Donald Trump. Apenas 3% assumiu-se indeciso.

Na eleição frequentemente designada como a mais importante dos últimos anos, cerca de 60% dos eleitores disseram estar mais envolvidos no processo de eleições este ano, comparativamente com as de 2016 (63% para os democratas, 56% para os republicanos). O valor cresce para 70% quando se ouve a geração Z.

Sugerir correcção