Relva e colchão. Eles inventaram o “pior Airbnb de sempre” e receberam reservas

Youtubers divertiram-se a criar um “quarto” zero estrelas num parque de Londres como paródia à “experiência” Airbnb. Afinal, há turistas para tudo...

,Colchão
Fotogaleria
internet,fugas,youtube,facebook,turismo,europa,
Fotogaleria
internet,fugas,youtube,facebook,turismo,europa,
Fotogaleria
internet,fugas,youtube,facebook,turismo,europa,
Fotogaleria
internet,fugas,youtube,facebook,turismo,europa,
Fotogaleria

Um colchão deitado directamente sobre a relva, uma mesa-de-cabeceira, uma bandeja com dois copos de vinho cheios de água e um abajur sem uma tomada por perto que o iluminasse. Tudo adquirido gratuitamente na plataforma de vendas do Facebook para compor “provavelmente o pior Airbnb do mundo”.

A ideia partiu de Rhys Simmons, Jamie Kamaz e Hitchin, três amigos ingleses que gerem um canal de entretenimento no Youtube chamado “Passion Squad”. Depois de terem percebido como “era difícil escolher o [alojamento] ideal pelo preço certo” na plataforma de aluguer de alojamentos de curta duração, decidiram “criar a mais barata e única experiência no Airbnb que fosse possível”, contam no vídeo que resume toda a brincadeira.

A publicação da oferta daquele alojamento, instalado debaixo de uma árvore num parque no Norte de Londres, era uma piada, uma crítica aos anúncios que tinham visto. Mas, para surpresa do trio, terão começado a receber pedidos de reservas e de mais informações sobre o alojamento. “Se calhar temos de fazer disto o nosso negócio a tempo inteiro”, reage Rhys, no vídeo, entre gargalhadas.

“Foi uma conquista insana. Criar o pior Airbnb do mundo e depois receber uma quantidade absurda de pedidos é algo que nunca vamos esquecer”, assume Rhys em declarações ao Mirror.

Entre os comentários lidos no vídeo, no entanto, não é claro se serão todos genuínos ou uma piada em resposta à piada: há quem pergunte se o alojamento tem ar condicionado ou se é possível reservar uma noite para 60 hóspedes e uma competição ao estilo The Bachelor. O anúncio já não está acessível no Airbnb.

A ideia, contam no vídeo, foi inspirada no Null Stern Hotel, na Suíça, “conhecido, descrevem”, por “uma estética ao ar livre única”. Na plataforma de vendas do Facebook, encontraram alguns objectos que estavam a ser doados e que se aproximavam da imagem que queriam recriar: um “dos hotéis mais requintados e únicos da Europa”, com “fácil acesso à vida selvagem, um pouco de ar fresco e paz”, escreveram na descrição do anúncio.

Segundo dados da Airbnb, que iniciou no ano passado uma verificação de todos os anúncios da plataforma (mais de sete milhões) – um processo que “desacelerou” devido à pandemia, referem –, “mais de 40% dos anúncios activos no Airbnb foram alvo do processo de verificação”. Ainda segundo dados da empresa, mas de 75% das reservas feitas globalmente acontecem entre proprietário e hóspede que passaram por um “processo de verificação de identidades” – no Reino Unido, esse valor ascende a mais de 90%.

Sugerir correcção