A “França está sob ataque”, diz Macron, mas parte do islão também se sente assim

O combate ao radicalismo não tem produzido a desejada integração nem impedido novos atentados. Em muitos países muçulmanos aumenta o discurso anti-ocidental, na Europa continua a guetização dos muçulmanos.

emmanuel-macron,mundo,terrorismo,turquia,franca,europa,
Fotogaleria
Três pessoas morreram em Nice, uma delas uma mulher que foi decapitada SEBASTIEN NOGIER/EPA
emmanuel-macron,mundo,terrorismo,turquia,franca,europa,
Fotogaleria
ERIC GAILLARD/Reuters
emmanuel-macron,mundo,terrorismo,turquia,franca,europa,
Fotogaleria
SEBASTIEN NOGIER/EPA

França acordou esta quinta-feira para um atentado bárbaro, “a visão do terror”, na descrição da polícia, que matou três pessoas, incluindo uma mulher “virtualmente decapitada”, na basílica de Notre-Dame, na cidade de Nice. Em poucas horas, a política francesa abateu ainda um suspeito armado na rua de uma vila perto de Avinhão, enquanto na Arábia Saudita era preso um homem que acabara de esfaquear um guarda à entrada do consulado francês de Jidá.