Portugal no topo do ranking das políticas de imigração, mas não na saúde e educação

Como no relatório em 2014, é na área da saúde que estão as principais críticas. Também a educação e as autorizações de residência permanentes tiveram uma pontuação menos favorável. MIPEX elogia melhorias.

Foto
Miguel Manso

Em 2019, Portugal continuou num dos lugares de topo do ranking das políticas de imigração do MIPEX, o Índice de Políticas de Integração de Migrantes, elaborado pelo Migration Policy Group (MPG), que analisa 52 países nos cinco continentes.