Eutanásia retomada só em Dezembro. Novo texto prevê parecer psiquiátrico

Texto que junta os cinco diplomas aprovados prevê que a antecipação da morte não invalide seguro de vida. PEV insiste na exclusividade do SNS.

Foto
Votações ocorreram em Fevereiro deste ano Nuno Ferreira Santos

O processo de discussão e votação na especialidade do texto comum que agrega o sumo dos cinco projectos de lei sobre a legalização da morte assistida está suspenso até à votação final do Orçamento, no final de Novembro, pelo que não há dúvidas de que irá cair mesmo em cima da campanha eleitoral das presidenciais. Por isso, é também cada vez mais certo que o diploma da eutanásia que vier a ser aprovado no Parlamento deverá chegar a Belém já depois das eleições de 24 de Janeiro – só faltará saber se antes da tomada de posse, a 9 de Março.

Sugerir correcção