Nyome Nicholas-Williams
Foto
Nyome Nicholas-Williams DR

Instagram muda a política de nudez depois de polémica com modelo plus size

Rede social passa a permitir fotos de mulheres em topless a tapar o peito com o braço. A alteração à política de nudez acontece depois da polémica com a modelo Nyome Nicholas-Williams, que viu uma foto onde abraçava o peito despido ser eliminada.

Depois da controvérsia à volta de uma foto da modelo negra plus size Nyome Nicholas-Williams, o Instagram decidiu mudar a sua política de nudez, passando a permitir, já a partir desta semana, imagens de mulheres a abraçar ou a segurar o peito despido. A britânica tinha publicado uma fotografia onde surgia em topless, com o braço a tapar o peito, que foi eliminada pelo Instagram em Agosto.

O caso criou indignação entre os utilizadores, que decidiram partilhar massivamente a fotografia original, ou tributos artísticos e reinterpretações da mesma imagem, acompanhadas da hashtag #IWantToSeeNyome. Paralelamente, foi lançada uma petição para que o Instagram parasse de censurar “mulheres negras e gordas”, que conseguiu mais de 22 mil assinaturas.

“Milhões de fotografias de mulheres brancas, magras e nuas podem ser encontradas no Instagram todos os dias, mas a de uma mulher negra e gorda a celebrar o seu corpo é banida? Isto é chocante, sinto que estou a ser silenciada”, disse Nyome, aquando da polémica, ao The Guardian.

Na altura, as críticas levaram a que Adam Mosseri, CEO do Instagram, fizesse um comunicado onde admitia que era necessário melhorar o algoritmo. “O nosso foco vai começar na comunidade negra, mas também vamos tentar perceber como podemos servir melhor comunidades sub-representadas”, escreveu no seu perfil.

Esta semana, o anúncio foi feito: o Instagram vai mudar a política de nudez, principalmente em relação às fotos de seios. Até agora, as regras proibiam grandes planos de nádegas totalmente expostas e mamilos femininos — mas em muitos casos, como o de Nyome, mulheres nuas a cobrir o peito também eram censuradas. Com a actualização, conteúdo em que uma pessoa abraça ou segura o peito vai passar a ser permitido.

Ao Business Insider, um porta-voz do Instagram referiu que, depois de investigarem, perceberam que a sua política de “apertar o peito” não tinha sido correctamente aplicada nas imagens de Nyome. “Ouvir o seu feedback ajudou-nos a entender onde esta política estava a falhar e onde a podíamos melhorar”, afirmou. “Com a nova actualização, vamos permitir conteúdo onde alguém está simplesmente a abraçar, segurar ou apertar os seios. E, se houver alguma dúvida, vamos pedir para o conteúdo permanecer.”

Ver esta publicação no Instagram

WE FUCKING DID IT!! @ginamartin @alex_cameron and I...we changed an Instagram policy! Look what happens when three women set out to change the world! We have put our heart and souls into this campaign and to see it come to fruition is insane! The observer newspaper (which is out today) has covered the campaign from the beginning and have written another article which highlights the hard work Gina, Alex and I have done (although it states they launched the campaign) this is in fact not the case as Gina, Alex and myself strategised for three months to ensure a change would happen. Hang tight for the full details of the policy change, as I will be detailing more information soon. We worked very hard on this and managed to get Instagram and @mosseri attention and there's still a lot of work to be done, as black plus sized women continue to be censored in many ways; and white women STILL tried to hijack and make it their campaign. There is of course a huge racial imbalance in the algorithm that still exists as white bodies are promoted and don't have to worry about censorship of their posts but black bodies still have to justify presence on the platform, this has also been brought to Instagrams attention! But when we put our minds to it... we can achieve literally ANYTHING!! I’d like to thank the 16 amazing humans that put their names to our open letter and that helped us push our campaign forward! The Instagram policy changes on the 28th, it outlines the difference between 'breast holding' or 'cupping' which is a celebration of body and 'breast grabbing' which is deemed to be pornographic, these images are censored to protect underage users but this policy change should allow them to better differentiate self expression/ art from pornographic content. Hopefully this policy change will bring an end to the censorship of fat black bodies. The last three have been absolutely wild to say the least but we move and move things we did! ??????

Uma publicação partilhada por Nyome Nicholas - Williams (@curvynyome) a

Mas continuam a existir limitações: “Temos de desenhar uma linha, por isso, quando as pessoas apertam o peito com os dedos dobrados e há uma clara alteração ao formato dos seios, esse conteúdo vai continuar a quebrar as nossas regras”, disse o representante. A nova política vai aplicar-se ao Instagram e Facebook.

Para Nyome, o sucedido foi uma vitória. Mas “ainda há muito trabalho a fazer”, escreveu na sua conta de Instagram. “Mulheres negras plus-size continuam a ser censuradas em diversas formas (…) Ainda há um grande desequilíbrio racial no algoritmo: corpos brancos são promovidos e não têm de justificar a sua presença na plataforma, ao contrário dos negros.”

Sugerir correcção