Oposição bielorrussa começa greve geral depois de Lukashenko ignorar ultimato

Estudantes e trabalhadores de fábricas e empresas estatais saíram à rua e deram início a uma greve geral contra o regime, cujo alcance ainda é imprevisível. Pelo menos 155 pessoas já foram detidas - na véspera foram 523.

protestos,mundo,uniao-europeia,alexander-lukashenko,bielorrussia,europa,
Foto
Mais de 100 mil bielorrussos saíram às ruas no domingo para protestar contra Lukashenko STR/EPA

A líder da oposição na Bielorrússia, Svetlana Tikhanouskaia, anunciou esta segunda-feira o início de uma greve geral no país, depois de o Presidente Aleksander Lukashenko ter ignorado um ultimato, que expirou no domingo, para deixar o poder.