Chilenos votam num referendo que é um exorcismo do fantasma de Pinochet

Durante meses as ruas do Chile exigiram a refundação do Estado e um novo contrato social. Referendo deste domingo abre novo capítulo na História do país.

Foto
Comício a favor do processo constitucional IVAN ALVARADO/Reuters

Os chilenos esperam que o plebiscito deste domingo marque o início de uma nova fase no rumo de um país que viveu um ano de enorme tensão social. É provável que seja dada luz-verde para o arranque do processo de elaboração de uma nova Constituição, mas será a partir daí que a sociedade terá de começar a fazer escolhas difíceis.