João Almeida é o melhor português de sempre no Giro

Ciclista das Caldas da Rainha subiu uma posição na geral após o quarto lugar no “crono” final. Melhor que ele nas grandes voltas, só Joaquim Agostinho. Tao Geoghegan Hart ficou com a rosa no último dia da Volta a Itália.

volta-italia,modalidades,desporto,ciclismo,
Fotogaleria
Filippo Ganna conquistou a sua quarta etapa no Giro 2020 Reuters/STRINGER
volta-italia,modalidades,desporto,ciclismo,
Fotogaleria
Almeida foi quarto no "crono" e subiu ao quarto da geral Deceuninck Quickstep

João Almeida (Quick Step) tornou-se neste domingo no melhor português de sempre na Volta à Itália em bicicleta. Numa prova em que foi dono da camisola rosa durante 15 das 21 etapas, o ciclista das Caldas da Rainha conseguiu ganhar uma posição no último dia, um contra-relógio individual de 15,7km, ultrapassando o espanhol Pello Bilbao (Bahrain).

Este quarto posto é a melhor classificação de sempre de um português no Giro, superando o quinto lugar obtido por José Azevedo em 2001. Melhor que Almeida nas grandes voltas, só Joaquim Agostinho, que foi segundo na Vuelta (1974) e terceiro no Tour (1978 e 1979).

Para além de João Almeida, este Giro também foi histórico para Portugal pela conquista do prémio da montanha por Rúben Guerreiro (EF Pro Cycling), a primeira vez que um ciclista português conquista esta classificação numa das grandes voltas - e ganhou uma etapa.

À entrada para o último dia, os dois primeiros da geral estavam empatados, mas o “crono” acabou, como se esperava, por ser favorável ao britânico Tao Geoghegan Hart (Ineos), que foi superior ao australiano Jai Hindley (Sunweb). Wilco Kelderman (Sunweb) foi o terceiro da geral.

O “crono” do último dia foi para o italiano Filippo Ganna (Ineos), que venceu a sua quarta etapa desta edição do Giro - três foram em contrarrelógios.

Classificação da 21.ª etapa

1.º Filippo Ganna (Ineos), 17m16s
2.º Victor Campenaerts (NTT), a 32s
3.º Rohan Dennis (Ineos), a 32s
4.º João Almeida (Deceuninck–Quick-Step), a 41s
5.º Miles Scotson (Groupama–FDJ), a 41s 
(...)
63.º Rúben Guerreiro (EF Pro Cycling), a 2m02s

Classificação final

1.º Tao Geoghegan Hart (Ineos), 85h40m21s
2.º Jai Hindley (Sunweb), a 39s
3.º Wilco Kelderman (Sunweb), a 1m29s
4.º João Almeida (Deceuninck–Quick-Step), a 2m57s
5.º Pello Bilbao (Bahrain–McLaren), a 3m09s
(...)
33.º Rúben Guerreiro (EF Pro Cycling), a 1h58m58s