Parlamento Europeu aprova nova PAC mais amiga do clima e do bem-estar animal

Mais apoio às PME agrícolas e aos agricultores com práticas amigas do clima e do meio ambiente, pagamentos directos anuais limitados a 100 mil euros, mais autonomia para os Estados desenharem as suas próprias medidas e sanções mais elevadas em caso de infracção repetida de regras ambientais ou de bem-estar animal. Até ao início de 2021 serão conhecidas as regras a aplicar a partir de Janeiro de 2023.

comissao-europeia,economia,agricultura,uniao-europeia,ambiente,parlamento-europeu,
Foto
Uma das novidades é o aumento das sanções para aqueles que repetidamente não cumprem os requisitos da UE em matéria, por exemplo, de ambiente e bem-estar animal. Paulo Pimenta

A próxima Política Agrícola Comum (PAC 2021-2027) deverá ser mais flexível, sustentável e resistente às crises, de modo a que os agricultores possam continuar a proporcionar segurança alimentar a toda a União Europeia (UE).