Sem-abrigo na Madeira: pandemia deu mais visibilidade a um problema antigo

Em menos de um ano, houve um crescimento de 30% da população em situação de sem abrigo no Funchal. Aumento, a par de uma maior exposição, tem gerado sentimentos de insegurança, e mobilizado autarquia, governo regional e PSP.

semabrigo,funchal,sociedade,madeira,pobreza,
Foto

A câmara municipal fala em intranquilidade, a PSP num aumento do consumo abusivo de álcool e estupefacientes às claras na baixa do Funchal, e o governo madeirense diz estar a trabalhar em respostas. Sem turistas, lojas, esplanadas e restaurantes fecham cedo e a cidade, deserta, desperta para uma realidade que antes da pandemia, com o movimento, confundia-se com a multidão.