Grupo Luz Saúde foi quem mais facturou com a pandemia: 38 milhões

DGS gastou 32 milhões em compras a empresa do grupo controlado pelos chineses da Fosun. O PÚBLICO analisou mais de 15 mil contratos públicos feitos para responder à covid-19. Foram mais de 477 milhões de euros gastos por instituições públicas – 47 euros por cada português.

saude,sociedade,servico-nacional-saude,ministerio-saude,virus,doencas,
Foto
Gabriel Sousa

A GLSMed Trade, do grupo Luz Saúde, foi a empresa que mais facturou em contratos feitos pela Administração Pública para responder à pandemia. A principal cliente do grupo foi a Direcção-Geral da Saúde (DGS), que gastou 32,7 milhões de euros em compras à empresa de distribuição de produtos, equipamentos e dispositivos médicos do grupo Luz Saúde, detido pela Fosun e pela seguradora Fidelidade, que está nas mãos do mesmo grupo chinês.