Morata garante vitória da Juventus na estreia de Pirlo

Avançado espanhol bisou em Kiev, numa partida em que o resultado foi melhor do que a exibição dos italianos... ainda “órfãos” de Cristiano Ronaldo.

Foto
Duelo entre Bonucci, da Juventus, e Supryaha, do Dínamo de Kiev LUSA/SERGEY DOLZHENKO

Álvaro Morata assinou, esta terça-feira, em Kiev, o primeiro golo de toda a fase de grupos da Liga dos Campeões, dando à Juventus a vantagem necessária para que Andrea Pirlo tivesse uma estreia vitoriosa (0-2) na competição milionária (na pele de treinador) e que o próprio avançado espanhol se encarregou de ampliar a meia dúzia de minutos do final.

Sem Cristiano Ronaldo - a cumprir isolamento na sequência da infecção por covid-19 - e com Paulo Dybala no banco de suplentes, a Juventus viu-se obrigada a dividir o jogo com o Dínamo de Kiev durante toda a primeira parte, superiorizando-se apenas no plano ofensivo, tendo criado mais e melhores situações de finalização.

Mas quando os ucranianos pareciam ter o adversário neutralizado, Morata abriu a segunda parte com um golo (46') no primeiro ataque, concluindo uma infiltração de Chiesa, com passe atrasado para Ramsey tocar de calcanhar e Kulusevski disparar com potência. O guarda-redes Bushchan evitou o golo do sueco, mas nada pôde fazer perante o oportunismo do avançado espanhol. 

Morata bisou (84') de cabeça a cruzamento de Cuadrado, selando a primeira vitória dos campeões italianos, que acabaram por conseguir um resultado melhor do que a exibição.

Em São Petersburgo, os belgas do Club Brugge estiveram em vantagem com um golo de Dennis (63'), fruto de uma insistência com alguma sorte à mistura e uma sequência de ressaltos que deixaram o Zenit incrédulo.

Mas a igualdade não tardaria e o central croata Dejan Lovren (74') enviou um míssil indefensável, com o golo a ser atribuído ao guarda-redes americano Ethan Horvath, traído por um desvio.

O Zenit teve oportunidade para resolver o jogo, mas não foi competente e acabou punido com uma derrota (1-2) aos 90+3’, assinada por Ketelaere.