Torne-se perito

Ma Rainey’s Black Bottom: vem aí o derradeiro filme com Chadwick Boseman

O actor morreu no final de Agosto, aos 43 anos. A sua última aparição, num filme realizado por George C. Wolfe que adapta a peça homónima de August Wilson, mostra-o a contracenar com Viola Davis.

cultura,denzel-washington,netflix,cinema,culturaipsilon,oscares,
Foto
DR

Quando Chadwick Boseman morreu, no final de Agosto, aos 43 anos, deixou um último filme por estrear. Ma Rainey's Black Bottom, uma adaptação, pela mão do também dramaturgo e encenador George C. Wolfe, da peça homónima dos anos 1980 escrita por August Wilson, chegará a 18 de Dezembro à Netflix, e o seu primeiro trailer foi divulgado na segunda-feira. Em Portugal, o filme chamar-se-á Ma Rainey: A Mãe do Blues.

No filme, Boseman, no papel de Levee, um jovem e ambicioso trompetista, contracena com Viola Davis, que faz de Ma Rainey, a cantora de blues de Chicago (1886-1939). A acção passa-se na década de 1920, e gira à volta de uma tensa sessão de gravação. Além de Boseman e Davis, que ganhou um Óscar em 2017 pelo seu papel noutra adaptação de Wilson, Vedações, o elenco inclui Glynn Turman, que tem podido ser visto na mais recente temporada de Fargo, Colman Domingo, de Fear the Walking Dead e Se Esta Rua Falasse, ou Michael Potts, de The Wire. Denzel Washington, que dirigiu Davis no papel que lhe trouxe o Óscar e contracenou com ela, é um dos produtores. A música está a cargo do saxofonista Branford Marsalis.

Chadwick Boseman, que morreu este ano de cancro do colón, fez-se notar em filmes como 42, de Brian Helgeland, em que interpretava o jogador de basebol Jackie Robinson, Get on Up: A História de James Brown, de Tate Taylor, em que encarnava James Brown, ou Marshall, de Reginald Hudlin, em que era o advogado e activista dos direitos civis Thurgood Marshall. Deu também corpo a T'Challa, nome do super-herói Black Panther, no universo cinematográfico da Marvel, tendo sido o protagonista de Black Panther, de Ryan Coogler.

Sugerir correcção