Jurisdição do PSD arquiva queixa contra comissão política e direcção do grupo parlamentar

Em causa está a queixa de um militante que diz ter sido violada uma deliberação do congresso do partido sobre a eutanásia. E que acena com nova queixa, se o PSD não votar sexta-feira a favor do referendo.

assembleia-republica,referendo,eutanasia,politica,psd,
Foto
Rui Rio é a favor da eutanásia e contra o referendo daniel rocha

A queixa que um militante do PSD apresentou contra a comissão politica nacional (CPN) e a direcção do grupo parlamentar do partido por terem violado uma deliberação do congresso do partido que defendia a realização de um referendo nacional sobre a eutanásia foi arquivada pelo conselho de jurisdição nacional (CJN). O órgão jurisdicional do partido diz que o"processo legislativo não se esgotou” e também que “não foi cometida qualquer infracção pelos visados na participação disciplinar em apreço”.