BPI “seduz” clientes para canais digitais com oferta de descontos

Quem aderir ao BPI NET ou instalar a BPI App pode aceder a descontos em viagens, tecnologia, moda, e outras categorias. Banco acaba de subir várias comissões.

Foto
Goncalo Dias

Descontos associados a cartões de crédito ou venda de artigos com desconto ou crédito associado são práticas antigas dos bancos comerciais para fidelizar clientes ou para os direccionar para determinados produtos. É isso que acaba de fazer o BPI, que esta segunda-feira anunciou o lançamento de uma plataforma de descontos em mais de 200 marcas para clientes que aceitem fazer a transição para canais digitais, como é o caso o BPI Net e da aplicação para telemóveis, a BPI App. 

Relativamente à plataforma de descontos, a instituição detida pelo espanhol Caixabank refere que o “Programa Family Experiências” pretende oferecer “vantagens a mais de 800 mil clientes com Conta Valor BPI”.

De notar que o anúncio da plataforma acontece pouco dias depois de o mesmo banco ter comunicado uma actualização do preçário, agravando algumas comissões, como os custos produtos e serviços, nomeadamente as contas à ordem ou as chamadas “contas-pacote", como é ocaso da Conta Valor BPI, enquanto outras, por imposição legal, descerão. Estão neste último caso as transferências por MB Way.

A oferta dos descontos aos clientes que aceitem deixar de depender dos canais tradicionais (balcões, cartões físicos e outros) não se limita à Conta Valor. Em resposta a questões do PÚBLICO, fonte oficial do banco adiantou que a iniciativa também “é extensiva às contas Premier,  Jovem e Júnior. A fonte esclareceu ainda que “o BPI não tem mais programas de descontos deste tipo”.

De acordo com a informação divulgada, a plataforma online disponibiliza ofertas e descontos exclusivos em mais de 200 marcas nas categorias de viagens, tecnologia, moda, desporto, crianças e bebés, entre outras.

Rafael Aguilera, Director Central do Suporte ao Negócio de Particulares do BPI, citado no comunicado, refere que o programa funciona como “um benefício exclusivo para os clientes mais fidelizados e a quem o BPI pretende dar cada vez mais vantagens, sejam elas do tipo financeiro (cartões isentos de anuidade, etc.) ou não financeiro, como é o caso do Family Experiências”. O mesmo responsável acrescenta que, para 2021, está “a estudar novos benefícios para acrescentar à Conta Valor”, apresentada como “a base da oferta core [estratégica] do para clientes particulares” da instituição.

A instituição destaca ainda que “as famílias que adiram a este programa de descontos vão poder efectivamente poupar dinheiro – com descontos até 50% - e obter recompensas úteis em vários serviços do seu quotidiano, como por exemplo quando reservam uma viagem, compram um produto de retalho ou abastecem combustível”.

Bem menos positivo para os clientes foi a comunicação directa aos clientes, publicada no seu site, relativa ao aumento de várias comissões, associadas a contas de depósito à ordem, cartões e outros. Esta actualização acontecerá a partir de Janeiro de 2021. E os aumentos são expressivos, da ordem dos 30% segundo contas do canal online Eco.

No caso da Conta Valor, que está no centro da campanha de descontos agora lançada, o custo anual (agrega vários produtos e serviços) é actualmente de 3,5 euros ou de 7,50 euros mensais (45 euros ou 90 euros anuais, a que acresce imposto de selo), sendo o valor mais baixo aplicado aos clientes com domiciliação de ordenado ou pensões que cumpram determinados requisitos. O novo preçário eleva estes custos em cerca de 12 e 10 euros nacionais.

O agravamento de comissões chega a outros produtos, como a disponibilização anual de alguns cartões de débito, operações de pagamento ou transferências.