Programa nacional está pronto, mas regulamento europeu ainda está atrasado

Em Bruxelas, o primeiro-ministro espera que as instituições comunitárias cheguem a consenso sobre o orçamento para poder arrancar com o plano de recuperação.

comissao-europeia,economia,antonio-costa,uniao-europeia,conselho-europeu,parlamento-europeu,
Foto
LUSA/OLIVIER HOSLET / POOL

Portugal foi um dos primeiros Estados-membros da União Europeia a apresentar à Comissão Europeia uma versão preliminar do seu Plano Nacional de Recuperação e Resiliência, confirmou ao PÚBLICO uma porta-voz do executivo comunitário, pouco depois do primeiro-ministro, António Costa, ter entregue em mãos, a Ursula von der Leyen, o programa de reformas e investimentos públicos desenhado pelo Governo para gastar o envelope de 13,9 mil milhões de euros em subvenções que coube ao país.