documentario,cinemateca,cinema,culturaipsilon,doclisboa,georgia,
Entrevista

Um fio dourado une os pedaços da memória da Geórgia

Vai ser exaltante e saibamos nós, espectadores, não faltar ao encontro que nos marca o DocLisboa para a Cinemateca, entre 22 e 31 de Outubro. É o resgate do cinema georgiano, dos anos 20 à actualidade.

Vai ser, cinematograficamente falando, um dos grandes momentos de 2020. Vai ser exaltante, saibamos nós, espectadores, não perder o desafio que nos faz o DocLisboa nas salas da Cinemateca, entre 22 e 31 de Outubro: o resgate do cinema georgiano.