UE não desiste de negociar com o Reino Unido, apesar do fim do prazo dado por Boris

Primeiro-ministro britânico queria fechar acordo até dia 15 de Outubro, mas posições ainda estão muito distantes. Líderes europeus estão preparados para o ”no deal”, esperando que esse cenário ainda possa ser evitado.

boris-johnson,brexit,mundo,uniao-europeia,reino-unido,conselho-europeu,
Fotogaleria
Só os chefes de Estado e governo vão poder entrar no edifício do Conselho Europeu LUSA/OLIVIER HOSLET
boris-johnson,brexit,mundo,uniao-europeia,reino-unido,conselho-europeu,
Fotogaleria
Boris Johnson falou com líderes europeus por videoconferência em Julho LUSA/ANDREW PARSONS / DOWNING STREET / HANDOUT

No calendário do “Brexit” do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, o dia 15 de Outubro era a data do “tudo ou nada”, em que estabelecia definitivamente, com os seus parceiros continentais, se havia ou não condições para a assinatura de um acordo para a futura parceria económica e política entre o Reino Unido e a União Europeia. A menos de cem dias do fim do período de transição, é manifesto que não há condições, e que o cenário de “no deal” no final deste ano é o mais provável.