Covid-19 e Trump: o (muito especial) paciente americano

Especialistas avisam contra tomar qualquer caso individual como exemplo da pandemia. Mas o Presidente dos Estados Unidos está a fazer exactamente isso.

Foto
Reuters/TOM BRENNER

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, apresentou-se como um caso de sucesso de um tratamento para a covid-19 e falou da sua experiência com a doença como um modo de “aprender muito”. Mas ter um doente excepcional talvez não seja exagero dizer o mais excepcional de todos — a concentrar as atenções e a ser visto como o exemplo ou modelo de uma doença que tem muitas formas é enganoso e, apressaram-se a dizer peritos, especialmente perigoso.