Portugal faz quase 20 mil testes à covid-19 por dia. Eram “2500 em Março”, diz ministra

Ministra da Saúde realçou aumento da capacidade de testagem do país nos últimos meses.

Foto
Teste à covid-19 feito em Pombal LUSA/PAULO CUNHA

Portugal está a realizar quase 20 mil testes de despistagem à covid-19 por dia. A revelação foi feita, esta sexta-feira, pela ministra da Saúde, Marta Temido, na conferência de imprensa sobre a evolução da pandemia de covid-19 no país. 

“Passamos de uma média de 2500 testes por dia em Março para 19.600 testes por dia neste mês de Outubro”, realçou Marta Temido. O dia 7 de Outubro foi o dia em que foi estabelecido o recorde de testagem, com 28.392 testes realizados. Destes, quase 8% foram positivos, alguns “possivelmente repetições de testes”, mas ainda assim “um sinal de alerta”, de acordo com a ministra.

A ministra da Saúde informou ainda que a taxa de incidência registada foi de 67,4 novos casos por 100 mil habitantes e de 115,4 nos últimos 14 dias. Na análise da situação portuguesa enquadrada com a realidade europeia, Marta Temido adiantou que estes indicadores “inspiram naturais preocupações” quanto à pressão exercida sobre o Serviço Nacional de Saúde, notando, no entanto, o “investimento” que tem sido feito no reforço da resposta do SNS, nomeadamente ao nível da capacidade de testagem.

Portugal registou, nas últimas 24 horas, 1394 de infecção por covid-19, naquele que volta a ser o segundo pior dia de sempre neste indicador, depois dos 1278 novos casos registados na quarta-feira.

O boletim epidemiológico divulgado pela Direcção-Geral da Saúde (DGS) esta sexta-feira mostra ainda 12 mortes provocadas pelo vírus no último dia. O número de pessoas internadas também subiu, sendo agora 811 pacientes, mais dez do que na quinta-feira. Igual subida foi registada no número de pessoas nas unidades de cuidados intensivos, que contam agora com 125 pacientes. Registaram-se ainda mais 647 recuperados, elevando para 52.164 o número de pessoas que recuperaram da infecção.