Terreno abandonado em Fânzeres virou lixeira comunitária

Entre as piscinas municipais e o cemitério de Fânzeres, em Gondomar, nasceu uma lixeira ao ar livre. Ninguém sabe há quanto tempo o terreno abandonado junto à estrada se tornou um depósito de lixo ou a quem pertence. 

Fotogaleria

Na Rua Dr. Agostinho Tavares Rebimbas, entre as piscinas municipais e o cemitério de Fânzeres, em Gondomar, existe um terreno abandonado que virou uma lixeira comunitária. Uma cadeirinha de bebé, um sofá, uma máquina de lavar e um carrinho de brincar são alguns dos artefactos que por aqui se encontram, entre os inúmeros sacos do lixo e plásticos depositados na vegetação.

O terreno, ao que parece, abandonado, está-se a tornar um foco de poluição na zona, onde os habitantes se despojam daquilo que já não lhes tem utilidade. Aqui plantado com frequência, os resíduos vão-se amontoando e uma lixeira ao ar livre nasce.

Pouco se sabe sobre a propriedade em causa - se será pública ou privada, ou se, no último caso, os donos do terreno têm conhecimento do que ali se vai acumulando. Há quanto tempo decorre a situação e se existem planos de reabilitação do espaço são também questões que ficam por responder. 

O PÚBLICO já contactou a Câmara Municipal de Gondomar e aguarda resposta sobre o assunto.

Sugerir correcção