Covid-19. No fim-de-semana com mais casos, zona de Lisboa e Norte concentram 86% das novas infecções

O país chegou aos 50 mil recuperados, contabilizando, este domingo, mais 362 recuperados e tem 26.939 casos activos de infecção pelo novo coronavírus, mais 532 do que no sábado. Estão internadas 682 pessoas, das quais 105 nos cuidados intensivos.

Foto
Pior fim-de-semana antes deste fora nos dias 28 e 29 de Setembro Diogo Ventura

Portugal registou mais dez mortes e 904 casos de infecção, o que representa um aumento de 1,2%. No total, o país contabiliza 2005 óbitos e 79.151 infecções desde o início da pandemia.

É o pior fim-de-semana da pandemia relativamente a novos casos, com um total de 1867 casos de infecção. Até agora, o pior fim-de-semana da pandemia em Portugal fora nos dias 28 e 29 de Março, quando foram registados 1694 novos casos em dois dias.

Entre os dias 28 de Setembro e este domingo, foram registados em média 792 casos por dia, sendo que esta semana teve a segunda maior média diária de novos casos desde meados de Abril.

Dos 1867 casos registados ao longo do fim-de-semana, 1608 (cerca de 86,1%) foram registados nas regiões do Norte (678) e de Lisboa e Vale do Tejo (930).

Os dados divulgados pela Direcção-Geral da Saúde este domingo apontam ainda que 490 novos casos (54%) foram registados na região do Norte e 316 novos casos (35%) na região de Lisboa e Vale do Tejo.

Recuperaram da doença mais 362 pessoas relativamente ao dia anterior, elevando o total para 50.207. À data, estão activos 26.939 casos (mais 532 do que no sábado), número obtido depois de se subtrair o número de recuperados e de mortes ao total de infecções.

Estão internadas 682 pessoas (mais 14 pessoa do que no sábado), das quais 105 em unidades de cuidados intensivos (menos uma).

A faixa etária mais afectada em termos de mortes é a das pessoas com mais de 80 anos, sendo que cinco vítimas mortais identificadas este domingo pertenciam a este grupo de risco (uma do sexo masculino e quatro do sexo feminino). De todos os óbitos registados, 66,8% têm mais de 80 anos.

A zona do país mais afectada pela pandemia continua a ser a região de Lisboa e Vale do Tejo, que tem o maior número acumulado de casos – 40.244 infecções. Segue-se o Norte, com 28.584 casos; o Centro, com 6423 casos; o Algarve, com 1807 casos; e o Alentejo com 1566 casos. Os Açores contabilizam 284 casos de infecção e a Madeira registou até agora 243.

O Norte é a região com maior número de mortos com covid-19: um total de 893 desde o início da pandemia. Lisboa e Vale do Tejo registou até este domingo 789 óbitos.