“Está a preparar-se um assalto aos fundos europeus”, diz presidente da Transparência e Integridade

Nova presidente da TIAC está preocupada com afastamento de Vítor Caldeira da presidência do Tribunal de Contas. Neste momento há dúvidas sobre quem se encontra em funções.

Foto
Susana Coroado, presidente da Transparência e Integridade Associação Cívica, ao lado da Provedora de Justiça DR

O afastamento do presidente do Tribunal de Contas, Vítor Caldeira, está a ser visto como mais uma machadada ao controlo dos fundos europeus, num momento em que Portugal, tal como os restantes países da União Europeia, se preparam para receber a “bazuca” para responder à crise provocada pela pandemia. “Estão a verificar-se ao mesmo tempo vários casos que levam a crer que se está a preparar um assalto aos fundos europeus”, afirmou ao PÚBLICO a nova presidente da Transparência e Integridade Associação Cívica (TIAC), Susana Coroado.