Pianista Pedro Borges venceu o Prémio Novos Talentos Ageas 2019

A terceira edição do galardão foi ganha pelo pianista, que interpretou Chopin, Debussy e Stravinski, na Casa da Música do Porto.

O pianista Pedro Borges
Foto
O pianista Pedro Borges

O pianista Pedro Borges é o vencedor da terceira edição do Prémio Novos Talentos Ageas 2019, cuja final decorreu este sábado na Casa da Música do Porto. Pedro Borges, que interpretou Chopin, Debussy e Stravinski, reuniu o maior número de votos do público presente na Sala Suggia, chamado a decidir através de boletim de voto. Com o pianista disputaram a final do Prémio, a fadista Rute Rita e o Maat Saxophone Quartet, constituído por Catarina Gomes, Daniel Ferreira, Mafalda Oliveira e Pedro Silva. Os finalistas foram encontrados ao longo de 2019, sempre por escolha do público, em 18 concertos do ciclo Novos Talentos.  

Natural de Vila Nova de Gaia, Pedro Borges começou os seus estudos musicais aos seis anos, no Conservatório de Gaia, onde completou o 8° grau de piano com 20 valores. Nos quatro anos posteriores (2012-2016), estudou com Miguel Borges Coelho na ESMAE, no Porto. Desde 2016, vive em Basileia, na Suíça, tendo concluído o Mestrado em Performance (2016-2018), e, actualmente, termina o Mestrado em Pedagogia Musical na Hochschule für Musik Basel. Pedro foi reconhecido em vários concursos nacionais e internacionais, entre os quais o “Kiefer Hablitzel/Göhner Musikpreis 2020”, um dos mais prestigiados prémios na Suíça.

A música de câmara sempre desempenhou um papel importante na sua vida. Foi membro fundador do Trio Insomnia, sob a orientação do Professor Ryszard Wóycicki, com o qual teve várias participações em festivais nacionais de música de câmara. Em duo, trabalha regularmente com a violinista Juliette Roos, e a violoncelista Irene Enzlin, tocando concertos na Suíça, Inglaterra e Holanda. Participou duas vezes no Festival de Música de Câmara Yellow Barn, nos EUA.

O Prémio Novos Talentos Ageas, uma parceria da seguradora Ageas com a Fundação Casa da Música, tem por objectivo distinguir e incentivar o trabalho de jovens músicos com idade até 35 anos, em todos os géneros musicais, nas áreas da criação, interpretação e/ou desempenho em palco, e promover projectos artísticos de reconhecida qualidade. Ao vencedor do Prémio Novos Talentos AGEAS são atribuídos 5.000 euros (cinco mil euros) e um troféu em prata.

Sugerir correcção