Família Amorim ameaçou cortar dividendos da Galp à Sonangol

Justiça holandesa investiga entrada de Isabel dos Santos no capital da Galp. Grupo Amorim quis garantias da Sonangol de que não haverá entrega de dividendos à empresária e ao marido.

Foto
Isabel dos Santos e o marido, Sindika Dokolo, dizem que investigações nos Países Baixos vão “esclarecer várias falsidades e alegações infundadas” Fernando Veludo/Nfactos

Silenciosa no espaço público sobre as implicações do envolvimento da sua parceira de negócios na Galp em alegados casos de lavagem de dinheiro e desvio de fundos públicos, a família Amorim tem-se movido nos bastidores para evitar vir a ser atingida pelos estilhaços dos casos que envolvem a filha do ex-presidente de Angola, Isabel dos Santos.