FarmVille encerra a 31 de Dezembro. Acabaram-se as quintas virtuais no Facebook

O jogo depende da tecnologia Flash que deixará de ser actualizada e distribuida no final do ano.

redes-sociais,videojogos,tecnologia,facebook,
Foto
O jogo chegou a reunir 32 milhões de utilizadores activos por dia Zynga

Em 2021, já não será possível jogar FarmVille, o jogo que popularizou quintas virtuais e notificações sobre vagas e galinhas no Facebook. A notícia, que foi avançada esta semana pela criadora Zynga, não é inesperada: depois do dia 31 de Dezembro o Flash, uma tecnologia da Adobe usada para desenvolver grande parte do conteúdo educativo, visual e lúdico online entre 1996 e 2010, incluindo o jogo Farmville, deixará de ser actualizada e distribuído.

As subscrições pagas do FarmVille encerram a 26 de Setembro e deixa de ser possível comprar extras no jogo (material, bónus, créditos) em meados de Novembro. A empresa não está a reembolsar créditos (dinheiro virtual) obtidos para usar no jogo e sugere que as pessoas os gastem até Dezembro. 

“Pedimos desculpa se este fim vos está a apanhar de surpresa”, escreve a empresa num comunicado sobre o fim do jogo que foi publicado Facebook. “O FarmVille foi o primeiro jogo de agricultura que criámos e depende de tecnologia antiga que já não é suportada”, justifica a equipa da Zynga. “Esperamos que este período de três meses vos dê tempo suficiente para se despedirem do jogo.”

Apesar da fama do jogo ter diminuído desde que foi lançado em 2009, nos últimos dois meses ainda havia 10 milhões de utilizadores activos (em 2009, era o triplo). No pico de popularidade, havia 32 milhões de utilizadores activos por dia, chegando a inspirar séries de televisão e vários jogos semelhantes.

Os criadores do jogo esperam que os fãs experimentem uma nova aplicação do FarmVille para telemóvel que estão a desenvolver e que esperam lançar em breve. 

Sugerir correcção