Análise

Trump vs. Biden: o combate que pode mudar o mundo

A conspiração contra a América é um dos mais deliciosos romances de Philip Roth. Num exercício de história contrafactual, o autor escreve sobre como seria o mundo se nas eleições presidenciais de 1940 o aviador e herói norte-americano Charles Lindbergh tivesse concorrido contra Franklin D. Roosevelt e ganho, tornando-se Presidente dos EUA. Conhecido pela oposição à entrada do seu país na Segunda Guerra Mundial e até por ter alguma simpatia pela Alemanha nazi, Lindbergh faz a paz com Adolf Hitler, abrindo assim caminho para a hegemonia internacional alemã. A vida do protagonista, o jovem Philip, e da sua família judia nunca mais foi a mesma. E o mundo também não.