Algarve lança novo Guia de Percursos Pedestres: são 51 caminhadas pela região

É um grande guia para grandes e pequenos passeios pela Natureza algarvia: em 244 páginas, o guia, disponível online, resume o que se precisa saber para caminhar por 47 percursos e quatro grandes rotas, do mar ao rio e às serras.

faro,fugas,guadiana,algarve,turismo,praias,
Fotogaleria
Rocha da Pena (Loulé) Turismo do Algarve
faro,fugas,guadiana,algarve,turismo,praias,
Fotogaleria
Da Bordeira ao Mar Turismo do Algarve
faro,fugas,guadiana,algarve,turismo,praias,
Fotogaleria
Pelo Guadiana Turismo do Algarve
faro,fugas,guadiana,algarve,turismo,praias,
Fotogaleria
Não faltam percursos pelas serras Turismo do Algarve
faro,fugas,guadiana,algarve,turismo,praias,
Fotogaleria
Sagres, onde terminam várias rotas Turismo do Algarve

Do percurso dos Sete Vales Suspensos pelas falésias de Lagoa, que se tornou um pouco mais célebre ao ser destacado pela European Best Destinations como um dos melhores da Europa, a caminhadas da Bordeira até ao Mar​​, pela Endiabrada e os seus Lagos Escondidos​, ao Caminho dos Promontórios ou Trilho das Cascatas ou até Cerro Acima, Cerro Abaixo. Perto do mar ou serpenteando pelas serras, há 51 percursos (47 deles ​até 30 quilómetros) no novo Guia de Percursos Pedestres do Algarve.

É um guia “para quem preza o contacto com a Natureza e gosta de aventurar-se ao ar livre, em família ou com amigos, ou simplesmente passear sozinho, por entre serras, bosques, dunas, falésias, lagos e rios”, resume o Turismo do Algarve, responsável pela publicação, que se segue a um guia para descobrir a natureza algarvia com os mais pequenos

O guia é muito completo, somando 244 páginas e incluindo mais 14 caminhadas que a edição interior. Inclui as informações da região, os conselhos aos caminhantes (nomeadamente vestuário ou equipamento), fichas e mapas, listas de espécies que podem ser avistadas e contactos úteis, além de, claro, informação e fotos de cada percurso e dados como a distância total a percorrer, a duração média e características ou época aconselhada para a visita.

O convite é para partir à descoberta do “riquíssimo património natural e edificado do Algarve e da sua diversidade paisagística”. Há pelo menos um percurso por cada concelho e geográfica e tematicamente divide-se pela Costa Vicentina, Litoral Sul, Barrocal, Serra, Guadiana e as Grandes Rotas. 

Nestas últimas, temos quatro: a Via Algarviana com cerca de 300 km, pedestre e ciclável, de Alcoutim ao Cabo de São Vicente; a parte algarvia da Rota Vicentina, que com mais de 500km e começando no Alentejo, tem na região percursos entre Odeceixe e Cabo de São Vicente, já se estendendo daqui a Lagos; a Grande Rota do Guadiana, que se fica pelos 65km entre Alcoutim a Vila Real de António; e o Percurso Descoberta, um circular de 45km na Serra do Caldeirão.

Por toda a região, há de tudo: de caminhos de terra a troços empedrados e passadiços, de mergulhos no mar e alguma adrenalina aqui e ali nas falésias ao descanso (tirando para as pernas) do rio e dos passeios serrenhos, de sapais e moinhos a velhas igrejas e aldeias que parecem encontrar-se por acaso.

PÚBLICO -
Foto
A capa do novo guia DR

Segundo o Turismo do Algarve, os percursos incluídos respeitaram critérios como o “estado de conservação, a segurança, a existência de material de divulgação, de painéis de informação e sinalética, a presença de valores naturais, paisagísticos e culturais relevantes” ou, até, “a existência de singularidades”. 

O guia está disponível em versão pdf, gratuitamente, no site do Turismo do Algarve.

Sugerir correcção