Luís Gomes vence na Volta a Portugal e Veloso mantém a camisola amarela

Para esta terça-feira não há como fugir: haverá duelo entre os principais candidatos ao triunfo na Volta. A etapa começa em Paredes e termina 167 quilómetros depois, no famoso Monte Farinha.

volta-portugal,modalidades,desporto,ciclismo,
Fotogaleria
Luís Gomes celebra em Viana do Castelo DR
O pelotão da Volta 2020
Fotogaleria
O pelotão da Volta 2020 DR

Luís Gomes (Kelly/Simoldes) venceu nesta segunda-feira a primeira etapa da Volta a Portugal, triunfando na chegada a Santa Luzia, em Viana do Castelo. No Minho, o ciclista de 26 anos atacou na subida final - não muito dura e ideal para corredores explosivos - e superou Daniel Mestre e Gustavo Veloso, ambos da W52-FC Porto. Veloso manteve, com este resultado, a camisola amarela, numa etapa que não fez diferenças entre os principais favoritos ao triunfo na prova.

Nesta segunda-feira, os primeiros quilómetros desta Volta a Portugal foram de uma grande tranquilidade. Marvin Scheulen (LA Alumínios) quis ser o primeiro fugitivo da competição e isolou-se do pelotão logo nos primeiros quilómetros da etapa.

O pelotão deu pouca importância ao ciclista português, de 23 anos, de ascendência alemã, e deixou-o rodar com mais de oito minutos de vantagem.

Quando quis, a W52-FC Porto fez o que tem feito nos últimos anos: decidir o desfecho das etapas. A equipa do Sobrado tomou a dianteira do pelotão e, a pouco e pouco, fez baixar a vantagem do fugitivo. Mas não o suficiente.

Só com a acção da equipa Rally Cycling é que Scheulen acabou por ser neutralizado, a 13 quilómetros da meta, mas o trabalho da equipa norte-americana não deu frutos, já que nenhum corredor desta formação entrou na luta pelo triunfo.

Na aproximação a Santa Luzia, em subida, a equipa francesa Arkéa tentou atacar com vários ciclistas, mas a W52-FC Porto controlou um pelotão já curto e anulou os esforços gauleses.

António Carvalho, da Efapel, endureceu a corrida, antes do ataque decisivo de Luís Gomes. Daniel Mestre respondeu pela W52-FC Porto e “rebocou” o camisola amarela Gustavo Veloso, que cortou a meta em terceiro lugar e mostrou frescura física neste primeiro dia de competição.

Para esta terça-feira não há como fugir: haverá duelo entre os principais candidatos ao triunfo na Volta. A etapa começa em Paredes e termina 167 quilómetros depois, no famoso Monte Farinha, na Senhora da Graça. A camisola amarela de Gustavo Veloso será, por certo, posta à prova, mais do que na etapa de Viana.

Sugerir correcção